Skip to content

Redes: O conhecimento fora da Academia

14/04/2010

A funçom institucional desenvolvida pola Universidade, as Academias e os distintos centros de pesquisa do que se conhece de forma convencional como o Ensino Superior ou a Investigaçom Científica semelha enfrentar com dificuldades  a  sua posiçom preeminente na contemporaneidade. A reformulaçom do papel desenvolvido pola Universidade no meio social, a visibilizaçom da dependência que a produçom de conhecimento experimenta em relaçom com interesses localizados nos campos do poder económico ou político ou, entre outros, a consciência da parcialidade e da escassa flexibilidade das configuraçons curriculares son colocados neste sentido, como factores dum novo cenário em que a produçom dum conhecimento e dumha pedagogia alternativas e críticas se impom como possível quando nom necessário.

O desenho dum mapa galego segundo estas coordenadas obriga a mencionar, como núcleo que atrae e federa várias iniciativas, o projecto da Universidade Invisíbel, onde se aliam propostas diversas e heterogéneas como o projecto de inovaçom educativa do Teatro Resoante,  a plataforma de investigaçom em torno ao pensamento contemporáneo de Proxecto Derriba ou a biblioweb Caosmosis, assim como propostas ligadas aos estudos de arquitectura (Ergosfera) ou da faculdade de Humanidades (Virus Hermenéutico).

Tamém na Corunha, cómpre mencionar a actividade do Centro Social Atreu que, vinculada com boa parte dos projectos agora aludidos, porfia na procura de sínteses e convergências entre o activismo, a formaçom e a inovaçom tecnológico-crítica, com lugar destacado para o trabalho desenvolvido pola Asemblea de Precarias en Formación ou a Rede de Dereitos Sociais, por exemplo no relativo ao desenvolvimento de cartografías críticas aplicadas aos índices de consumo ou à luita ecologista.

Entre a acolhida institucional e o desenvolvimento de projectos inéditos e alternativos, articulados em torno às tensons entre produçom cultural, criaçom artística e intervençom no espaço público funcionam iniciativas como as de Baleiro ou, com umha trajectória mais extensa e com maior diversidade de perspectivas, a comunidade virtual Alg-a.

Mais interessadas na elaboraçom de materiais curriculares alternativos e na construçom de dinámicas pedagógicas horizontais, cómpre mencionar a actividade recente da Escola Popular Galega e da Universidade Popular de Corcubión, iniciativas históricas como a Universidade Popular desenvolvida por PreS.O.S Galiza em Compostela ou, em parámetros parcialmente distintos, a Universidade Rural Galega. Ligados aos centros sociais e cumha vontade basicamente reflexiva e de debate é onde se situam o Grupo de Estudos A Fouce e o Grupo de estudos do centro social Madia Leva!.

De evento extraordinário, mas significativo da inauguraçom de novas posiçons e atitudes perante os modos e os jeitos de produzir e difundir outro conhecimento, pode ser qualificado o seminário sobre Tiqqun organizado em parceria pola Universidade Popular de Corcubión, a Sociedade Galega de Filosofia e a Faculdade de Filosofia da USC.

Anúncios
No comments yet

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: