Skip to content

O livro como arma

05/10/2011

«… A questom que gostaríamos de começar a analisar é que funçom pode jogar hoje o livro no combate do pensamento: Em que condiçons é possível manter hoje um projeto editorial independente e crítico que persiga umha ideia? Como esta ideia pode perfurar um espaço de visibilizaçom saturado polo mercado do livro-mercadoria? E como pode um livro interessante encontrar leitores interessados, indo além do pequeno círculo de habituais e conhecidos? Em definitivo, a questom é até que ponto o formato livro é capaz hoje de ter efeitos transformadores sobre a realidade e sobre as nossas vidas.

Esta pergunta nom a podem responder somente os editores ou os livreiros. Implica-nos a todos. Estamos num momento de grandes mudanças em que nom nos podem valer atitudes nostálgicas nem puramente resistencialistas. O desafio é repensar desde múltiplas frentes o estatuto político do livro, ou o que é o mesmo, como fazer do livro umha máquina de guerra. A conversa que aqui resumimos rematou com a proposta de convocar um encontro de editoras, livreiros e outros setores da cultura, o ensino e o pensamento que queiram assumir este repto coletivamente…»

Para descarregar o TEXTO ÍNTEGRO do debate: O livro como arma.

[O documento fai parte do monográfico El combate del pensamiento, publicado na revista Espai en Blanc (7-8, 2010)]

* Imagem de Bansky

Anúncios
No comments yet

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: